Drinks From coffee and kombucha to seltzer and champagne, we explore the latest insights on the consumer trends and new products shaping the drinks industry.

Consumo de Gim Aumenta 66% no Brasil em 2017

7/19/2018
Angélica Salado Profile Picture
Angélica Salado Bio
Share:

O gim foi o destilado que apresentou o maior crescimento no volume total consumido no mundo em 2017, com aumento de 5% em relação ao ano anterior. O Brasil também segue a tendência global; enquanto o setor de destilados apresentou crescimento flat no volume total de vendas, o gim apresentou um crescimento surpreendente de 66%, movimentando 1,8 milhões de litros no país. O aumento garantiu que o Brasil subisse para 22ª posição no ranking global.

Em 2017, o consumo de gim já vinha crescendo nos últimos anos, mas era muito voltado aos grandes centros de consumo. Com o aumento da demanda, as empresas conseguiram expandir a atuação para novas áreas do país. Além disso, ano passado foi marcado pela entrada de marcas importadas ao país o que também colaborou pelo forte aumento em 2017.

Taxa de crescimento de destilados no Brasil

Fonte: Euromonitor International

Nota: Dados entre 2018-2022 são projeções

A projeção é que o volume de vendas total de gim continue a crescer, porém a um ritmo mais lento, com aumento de 17% ao ano até 2022, ano no qual o Brasil deverá assumir a 17ª posição global. O gim é hoje o 7º destilado mais consumido no Brasil, representando menos de 1% do volume total consumido no país. No entanto, até 2022, deve representar cerca de 5% do total de destilados consumidos no Brasil – equiparando-se aos uísques. A cachaça continua a ser a queridinha do brasileiro, com mais de 70% de participação no segmento.

A falta de diversificação é um entrave para o desenvolvimento do gim no Brasil. Assim como acontece com a cachaça, o gim está fortemente atrelado a somente um drink, no caso, o gim e tônica. À medida que novidades cheguem ao mercado brasileiro, é esperado que o coquetel perca força e, consequentemente, haja uma desaceleração do consumo de gim. Houve uma movimentação similar com o Aperol, conhecido principalmente pelo drink Aperol spritz, que teve um pico entre 2012 e 2014 e depois começou a cair. Portanto, o desafio para indústria está exatamente em diversificar o cardápio oferecido ao consumidor.

Interested in more insights? Subscribe to our content

Latest Insights

Nostalgia e escapismo em momentos de crise

Euromonitor International 11 August 2022

Irish Whiskey: From Renaissance to Maturity?

Raphaël Moreau 13 July 2022

Shop Our Reports

Where Consumers Shop for Alcoholic Drinks

Both on- and off-trade alcoholic drinks recorded a volume increase in 2021. Underlying on-trade demand remains strong. Yet, bars, pubs and restaurants are under…

View Report

World Market for Alcoholic Drinks

From the apocalyptic levels of pandemic disruption to the joyous return to hospitality venues, social gatherings and revenge conviviality, the alcoholic drinks…

View Report

Soft Drinks: Half-Year Update H1 2022

Euromonitor International updated the Soft Drinks Forecast Model in April 2022, applying the latest macroeconomic consensus to review 2022-2026 category…

View Report
Passport Our premier global market research database with detailed data and analysis on industries, companies, economies and consumers. Track existing and future opportunities to support critical decision-making across all functions within your organisation Learn More